[Resenha] Benefício na Morte - Robin Cook




 Confesso que fiquei surpreendido com o livro. Foi o primeiro livro de Robin Cook que li, e já necessito de todos! Deixo um agradecimento em especial ao Grupo Editorial Record. Vocês não sabem como nos deixam de queixos caídos!


Titulo: Benefício na Morte
Autor: Robin Cook
Número de Páginas: 448
Editora: Editora Record

Pia Grazdani é uma estudante de medicina de inteligência excepcional. Em estreita colaboração com o geneticista molecular Dr. Tobias Rothman, da Universidade Columbia, ela trabalha na pesquisa que tenta criar órgãos de reposição para pacientes crônicos, o que poderia revolucionar a saúde pública. Através desse estudo, Pia espera ajudar milhões de pessoas. Porém, quando o laboratório vira palco de uma tragédia, Pia se vê obrigada a interromper suas pesquisas e começa a investigar, com a ajuda de um colega de turma, o que teria causado o desastre no laboratório de biossegurança. Quando Pia e George investigam mais a fundo, uma pergunta começa a rondá-los: será que alguém estaria usando informações de seguros de vida particulares para permitir que investidores se beneficiem da morte de terceiros?


 Pia Grazdani é uma mulher que podemos afirmar 'atraente', estudante de medicina e trabalhando no Centro Médico da Universidade Columbia.Uma jovem que certamente teria tudo para se dar bem na vida, mas seus dias são atrapalhados por um passado cruel. E é só isso que atrapalha a jovem de 26 anos? Não! Ele sente a obrigação de descobrir o que realmente aconteceu com seu mentor. 

Vemos um avanço na pesquisa sobre o desenvolvimento de órgãos humanos por meio de células-tronco (isso é genial) que a jovem está empenhada. Conseguimos também saber mais sobre o trabalho da empresa Lifedeals. E claro que essa pesquisa iria acabar gerando problemas para os cientistas. Elas certamente estariam atingindo a 'criminosos' que se esforçariam a acabar com a pesquisa. Essa empresa trabalha com seguros de vida. Seu alvo são as pessoas mais cronicas. Esse mercado gera uma fortuna. E eles não estão querendo larga-la.



O livro definitivamente não para! Ele desenvolve muito rápido, e tem bastante conteúdo que não deixa seu leitor ficar cansado. Amei, amei e amei!! Robin Cook é uma mente fascinante. Conseguimos ver ao decorrer do livro o quanto que ele consegue unir cada detalhe. Não tem nada de errado quando declaram ele o Mestre do Thriller Médico.

O livro não se passa somente contando a história de Pia, ele é narrado em terceira pessoa, e isso nos dar respectivas diferentes. Isso deu um grande pulo para o livro. Como já falei aqui no blog, não tenho grande costume de ler livros de terceira pessoa. Sou muito exigente, e fico sempre querendo que o autor jogue inúmeros acontecimentos com determinados personagens. E nesse aspecto Robin Cook conseguiu me agradar.

Os personagens são todos bem admiráveis. Consegui gostar até do pobre George Wilson, que é apaixonado por Pia. Novamente parabenizo o autor pela ótima obra.


Acho que meu amor pela área da saúde também me fez gostar da história. Foi meu primeiro livro que tenha medicina relacionada, mesmo sendo um thriller.

A capa também é linda, e foi o que de principio me fez pesquisar sobre o autor e outras obras. Ela realmente chama atenção. Conseguimos identificar notas claramente, e isso nos faz lembrar a empresa Lifedeals.

O que mais gostei:

Certamente foi o Desenvolvimento. Como já falei, eu não me senti perdido ou cansado em um livro de mais de 400 páginas. Foi tão rápido. Em três dias eu terminei.

O que não gostei:

Não consegui achar pontos negativos nesse livro. Eu me identifiquei e me interessei a ler outros do autor. 

Recomendo o livro a todos os amantes de Trillers policiais. Você que gosta de um livro 'grande', porém não cansativo. Já leu? Comente!

Um comentário:

  1. Oie,
    Tudo Bem?

    Sou fã de livros policiais, e me interessei bastante por esse.
    Vou procurar saber mais sobre ele, parabéns pela resenha.

    Abraços,
    Isaac Zedecc - www.isaaczedecc.blogspot.com
    Te espero lá ><

    ResponderExcluir