[RESENHA] - Gatos Sortudos


Gatos Sortudos Autoras: Juliana Bussab e Susan Yamamoto Editora: Livros de Safra Páginas: 226
Ano: 2011 

SinopseQuem não gostaria de ter um gato de botas como aliado? Volte a infância e lembre o que o gato de Charles Perrault, herança do filho mais novo do moleiro, conseguiu a ele em troca de um par de botas e um saco. Ficamos adultos e vai-se longe a possibilidade de casar com uma princesa, ter um castelo, ficar amigo do rei. Mas se gatos de botas não existem de verdade, existem os Gatos sortudos. As histórias deles em vários casos se aproximam de um conto de fadas, tem pelo menos um final feliz e muitas emoções no seu desenrolar. Descubra o que se passou com a Chica, que caiu do sétimo andar e tendo por isso ficado paraplégica e encontrado uma protetora que lhe deu ajuda e carinho e hoje compartilha muitos momentos felizes. Ou então com o Ozzy que teve dificuldades para aprender a andar, comer ou usar a caixinha, mas superou tudo isso, já foi até entrevistado em programa de televisão e está todo bonitão na capa do livro. Além deles têm a Pietra, a Emília, o Romeu e vários outros cujas histórias vão lhe emocionar e fazer rever um pouco da relação dos homens com os felinos e com os animais em geral, entender porque ocupam um papel tão importante na vida contemporânea. Se você já tem um gato, sabe do que estamos falando, vai encontrar aqui um pouco do que vive com seu bichano. Se além de belas histórias de gatos e gente, quiser também conhecer a história de gente que se mobiliza de verdade pelos gatos, é só ler o anexo do livro com o histórico da ONG Adote um gatinho. Ah, todos os direitos autorais se transformarão em recursos para que o trabalho não pare!


Falar de animais comove meu coração. Tenho um certo amor especial por cachorros, mas não deixo de amar nenhum gatinho HAHA. Nunca tive um gato, não sei se o medo da minha mãe influenciou nesse fato, mas eu sempre os achei criaturas magnificas e inteligentes.

Nesse livro vamos encontrar as "aventuras" das fundadoras da ONG Adote um Gatinho e vamos saber muito sobre os vários gatos resgatados por eles.


Em pleno século XI, muitos ainda maltratam seus animais e principalmente não ajudam os 
abandonados. Acho que todo mundo que tem um bichinho em casa, sempre quando ver algum maltratado sente aquela vontade de levar para casa ou de pelo menos da comida. E as fundadoras da ONG são exatamente assim, mas é claro que esse sentimento aumenta em uns 100%.



Com uma escrita boa para o conteúdo, tendo apenas algumas falhas na revisão, o livro faz você chorar, rir e querer adotar toda a ONG. Ao ler sobre os gatinhos sofrendo e sobre os resgates perigosos, eu percebi que realmente elas precisam de ajuda.

Encontramos diversas ilustrações de gatinhos no começo do livro - um mais fofo que o outro - que deu um charme a mais. Outra coisa que também amei no modelo do livro é as figuras que vem a cada capitulo, que foi um diferencial que amei.


Não é o tipo de livro para você se tornar fã, falar com amigos ou assistir um filme inspirado nele no cinema, mas é o livro que vai lhe fazer acordar para a realidade de muitos gatinhos que estão sofrendo nas ruas de todo o mundo. 

Também aprendi muitas coisas com o livro como castração, os sentidos e que gato preto não dá azar HAHA 


Recomendo a todos os amantes de gatinhos!! 

Já leram? Comentem!


10 comentários:

  1. Nunca tinha ouvido falar sobre esse livro, mas adorei a proposta. Sou louca por gatos, mas atualmente não tenho nenhum, pois moro na frente de uma rodovia e é muito perigoso ter um gatinho aqui, pois ele pode ser atropelado. Isso já aconteceu com dois dos meus gatos e eu sofri muito. Enfim, obrigada pela dica!

    Leitores Forever

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa Cris, tbm já perdi um animal e sei como é... Esse livro vai te fazer adotar uns 10 gatos. Haha

      Excluir
  2. Eu adoro histórias de animais, acho que a minha parte que, um dia, quis ser veterinária, influencia muito nisso, hehe. Também sou mais fã de cachorros (mas acho que é porque nunca tive um gato, já cachorros... Tenho seis, no momento). O que mais gostei foram as ilustrações, tão fofinhas! Acho lamentável que ainda hoje as pessoas não tenham humanidade para com os animais. Já fui voluntária numa ONG e ouvi diversas histórias de maltratos, e não dá nunca mais se conformar com isso.

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico Horrorizado com esses maltratos... Nossa, eu tenho só uma cadela (valentina) e já acho muito... Hahaha

      Excluir
  3. Acho gato um bicho tão interessante... O comportamento deles é anti-social e isso é lindo rsrs mas eu tenho alergia :( a proposta do livro é interessante!
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tenho alergia também, mas nunca atacou, tenho cachorro e ja tive contato com gatos.

      Excluir
  4. Oii, tudo bem?
    Não é o tipo de livro que eu goste, mas a realidade dos bichinhos é triste mesmo....
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito da resenha desse livro, animais (não só gatos) sentem os meus sentimentos de um ser humano, só quem tem um animal sabe o quanto existe um amor entre um homem e um animal <3 O ruim das coisas é que existem pessoas que agridem e matam os animais, nunca conseguirei entender isso. :'(

    ResponderExcluir
  6. Desde que adotei dois gatinhos tenho tido um contato, ainda que mínimo, nos grupos que participo, com protetores, que resgatam animais de rua, abandonados e maltratados. É de cortar o coração. Fiquei bem curiosa em relação a esse livro. Depois vou ver se acho. Acho importante como uma ferramenta de conscientização.

    Samara - Infinitos Livros

    ResponderExcluir